jul 152011
 

Em nosso curso básico de Latim o leitor aprenderá noções de conversação e gramática latina.

Forum romano, Itália

Forum romano, Itália

O Praecones Latine correspondendo ao manifesto pedido de alguns leitores disponibilizará lições básicas de latim com explicações em português. A gramática latina será estudada passo a passo em posts periódicos.

O método de estudo será o assimilativo, ou seja, o mesmo usado por todas as crianças de todos os tempos. Os meninos não recebem aulas de gramática, mas sim tomam contato direto com a língua. As explicações da gramática são dadas posteriormente após adquirirem certo vocabulário.

Em nosso curso a gramática latina será dada no decorrer das lições de forma que ao final de alguns posts o leitor possa ter noções básicas da gramática latina de forma esquemática.

Na primeira fase do estudo serão apresentados aos leitores assíduos do Praecones Latine um breve histórico da língua como introdução ao latim; em seguida noções básicas da evolução das línguas a fim de constatar como nosso idioma luso é muito semelhante à língua latina; e por fim a utilidade prática de aprender latim tanto para a formação do raciocínio quanto para a formação cultural do ser humano.

Após esta breve introdução, entraremos nas considerações sobre a pronúncia e a gramática sempre reportando ao já estudado nos posts anteriores ou introduzindo o leitor em outras fórmulas ou textos latinos clássicos tanto de autores pagãos como de autores católicos.

Os redatores do Praecones Latine esperam que os leitores possam beneficiar-se ao máximo do conhecimento da “língua da cultura e da Igreja”. Perguntas e sugestões certamente serão de muita valia.

Sumário dos posts já publicados

1. Introdução ao Latim – História e semelhanças com o português

2. O alfabeto Latino (Capitais e estados do Brasil em Latim)

3. Como apresentar-se e conhecer alguém falando em latim?

4. Nacionalidade e nomes de países em latim

5. Pronúncia das vogais latinas

6. Pronúncia latina clássica e eclesiástica das consoantes

7. Quantidade e acento tônico (partes do corpo e os cinco sentidos em latim)

8. Diferenças e semelhanças com o português

Gramática do Latim

9. O que são os casos latinos?

10. Caso nominativo

11. Caso acusativo (as cores em latim)

12. Caso Genitivo do Latim

13. Latim Básico: O caso dativo

14. Tabela das declinações (Com dicas para ajudar a decorar)

15. Pronomes possessivos 15_Arautos_Vida_cotidiana_15_IMG_0513

16. Curiosidade: 8 razões para aprender latim na atualidade

17. Pronomes pessoais

18. Pronomes demonstrativos

Os posts serão acrescentados aqui paulatinamente.

Bom proveito!

jun 092011
 
Certos nomes de estados brasileiros não possuem uma raiz latina, mas sim indígena. Para transcrever estes nomes do tupi-guarani, os latinistas usam o “y”, que não é uma letra do alfabeto latino clássico. Embora exista discordâncias entre os latinistas brasileiros sobre a grafia e os nomes dos estados, predomina certo consenso. Veja abaixo o mapa do Brasil com o nome dos estados e capitais em latim.
Mapa dos estados e capitais do Brasil em latim Mapa dos estados e capitais do Brasil em latim

O alfabeto latino

O alfabeto português possui 26 letras, já o latino clássico possui apenas 21. Embora alguns renomados autores do latim tardio, medieval e moderno tenham de fato usado as letras “u” e “j”, estas não são consideradas próprias ao latim clássico. Hoje é comum encontrarmos o “j” nas palavras “justitia” ou “Jus”. Isto é considerado por muitos latinistas como impróprio.

Na antiguidade clássica não havia distinção entre “u” e “v”. Por esta razão não encontramos o “U” maiúsculo e o “v” minúsculo nos documentos dos autores da época áurea do latim. Hoje encontramos inclusive dicionários de latim com as letras ‘j” e “u” que apresentam um latim considerado “moderno”.

O “Y” faz parte do alfabeto grego e só era usado no latim em palavras de origem helênica. O “W” e o “K” não existiam no latim clásssico.

Alfabeto Latino (Letras maiúsculas)

A B C D E F G H I L M N O P Q R S T V X Z

Alfabeto Latino (Letras minúsculas)

a b c d e f g h i l m n o p q r s t u x z

 

Tópicos Relacionados

Para ver o mapa do mundo com as capitais e países em latim, clique aqui.

Para aprender a dizer sua nacionalidade e algumas capitais e países do mundo em latim, clique aqui.

Para aprender mais sobre a gramática latina, clique aqui.

Para aprender o modo correto de pronunciar as palavras latinas, clique aqui.

Para aprender as fórmulas básicas de conversação latina, clique aqui.

Mapa dos estados norte-americanos em latim

Clique sobre o mapa para ampliar

Clique sobre o mapa para ampliar

Maio 072011
 

Movidos por la belleza y precisión de la lengua latina, algunos estudiantes y seminaristas del Instituto Teológico Santo Tomás de Aquino (ITTA) de los Heraldos del Evangelio, localizado en San Pablo, realizaron una iniciativa inédita en Brasil: un site escrito en latín.

Durante siglos el latín fue el idioma del mundo. Originaria de un pueblo residente en el Lacio, una provincia Italiana, la lengua de un pueblo subyugado pasó a ser adoptada por los conquistadores romanos. El Imperio Romano, y consecuentemente el latín, se difundió por casi toda Europa, norte de África y parte de Oriente Medio.

MAC-Praecones-Latine-300x169.jpgDespués de la caída del Imperio de los Césares y las provincias romanas ceder lugar a los reinos germánicos, el latín fue mantenido como lengua de la cultura. Los monasterios cultivaban el idioma de Cicerón no solamente en los oficios litúrgicos, sino también en la transmisión de las ciencias humanas. Durante toda la Edad Media y gran parte de la época moderna, el latín fue usado como lengua de los profesores universitarios. Los grandes pensadores escribían tratados de medicina, física, teología y derecho en latín.

Con el advenimiento de la modernidad, especialmente con la consolidación de los movimientos nacionalistas, todos los pueblos occidentales pasaron a adoptar la lengua nacional para el magisterio y administración estatal. Se diría que el latín entraría al final sin gloria de su larga Historia.

Entretanto, el latín resistió en las cátedras universitarias y permaneció como lengua oficial de Hungría hasta el siglo XIX. Hoy, el latín no se restringe a ser solo la lengua oficial del pequeño estado del Vaticano, sino que su alfabeto es usado por más de la mitad de la población mundial. No hay continente que no posea países que usen una lengua románica – especialmente español, portugués y francés – como idioma oficial. El idioma es considerado por muchos autores como la principal fuente lingüística de la cultura occidental.

También Internet es un lugar propicio para la difusión del latín. Finlandeses, alemanes, italianos, norteamericanos, chilenos y polacos buscan aún hoy conservar el latín como lengua viva.

Uniéndose a los esfuerzos de los amantes de la lengua de Cicerón, Horacio y Virgilio, algunos estudiantes residentes en Brasil y miembros del Instituto Teológico Santo Tomás de Aquino (ITTA), buscan difundir en la red mundial artículos, noticias y escritos en la lengua de los Padres Latinos de la Iglesia.